16 de outubro de 2017 Bem-estar com foco em qualidade de carne suína

Bem-estar com foco em qualidade de carne suína

Os consumidores de todo o mundo estão cada vez mais exigentes com relação ao bem-estar dentro das criações de animais de produção. Com mais força na Europa, Estados Unidos e Canadá, essas exigências começam a também fazer parte da pauta dos consumidores brasileiros. Vislumbrando essa demanda como um valor presente e futuro a ser agregado a marca de produtos cárneos, as cooperativas Frísia, Castrolanda e Capal investiram fortemente em um projeto ambicioso e moderno, direcionado a atender todos os requisitos relacionados ao bem-estar animal, desde a produção no campo até os processos de abate no frigorífico.

Sócias, construíram uma unidade industrial de abate que é referência em toda a América Latina, tanto em termos de tecnologia aplicada ao processamento da carne quanto em questões relativas aos cuidados essenciais com funcionários e meio ambiente. O resultado de todo esse investimento pode ser visto na qualidade de carcaça e cortes suínos, assim como na melhoria dos índices de produtividade no campo.

Para abastecer o abate diário de três mil animais do frigorífico, as cooperativas investiram em Unidades Produtoras de Leitões (UPL) ou na reestruturação de seus sistemas de integração. A Frísia, por exemplo, construiu uma UPL com alta tecnologia embarcada, com capacidade para alojar 5.500 fêmeas suínas em modelo de gestação coletiva. O sistema produtivo é totalmente monitorado por câmeras, a partir das quais os clientes podem acompanhar a rotina dos manejos de granja, ao mesmo tempo em que essa medida assegura maior biosseguridade ao plantel, já que restringe ao máximo o acesso de pessoas ao local.

O grande desafio não foi o tecnológico, mas sim o de modificar o conceito já arraigado em funcionários e produtores, que precisaram passar por uma imersão dentro de uma nova forma de compreender os mecanismos modernos de produção do suíno. Isso levará a uma agregação futura muito importante a marca Alegra Foods, que se antecipa as tendências de mercado e terminou por construir uma estrutura capacitada ao atendimento dos requisitos de bem-estar animal, oferecendo um produto de qualidade premium ao mercado.

Boa leitura a todos!

Fonte: Humberto Luis Marques, Revista Suinocultura Industrial

Tags:

Comentários

Você também vai gostar das publicações abaixo: